Foi realizado nos dias 21 e 22/09, em Belo Horizonte, o II Encontro Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público. A iniciativa reúne mulheres e membros do MP e tem como objetivo traçar iniciativas de valorização das mulheres nas instituições.
Estiveram presentes no evento as promotoras de justiça Alessandra Gonçalves da Silva Godoi suplente da Comissão de Mulheres da Ammp, e Solange Linhares Barbosa.
A programação do encontro contou com palestras, mesas e grupos de discussões, abordando temas variados como, “Experiências institucionais sobre a participação feminina”, “Questões relacionadas as servidoras do MP”, dentre outros.
No último dia ocorreu a plenária para deliberações, em que foram definidas as seguintes iniciativas: não haverá a criação de pessoa jurídica, sem prejuízo de reavaliação futura; elaboração da Carta de Belo Horizonte com os princípios e objetivos do movimento, que foram aprovados na plenária; criação de uma estrutura organizacional via coordenação geral, com cinco integrantes, além de uma coordenação de comunicação, com três integrantes, e uma comissão com 01 titular e uma suplente por cada ramo e/ou estado, que foram providos provisoriamente até março de 2019, quando acontecerá a III reunião do Movimento, em Brasília; foi eleita Coordenadora a promotora de Justiça Gabriela Manssur, do MPSP; MT ficou de se posicionar sobre a comissão provisória respectiva no prazo de 15 dias, na audiência pública marcada pelo CNMP para debater sobre representatividade de mulheres nos eventos jurídicos como palestrantes, conferencistas, debatedores e congêneres, a realizar-se no próximo dia 17/10. Na oportunidade será expositora a coordenadora do movimento.